A FRASE DE UM GRANDE AMIGO:

VOCÊ CONFIA EM MIM? DIAS DEPOIS ME CONVENCI DE QUE SÓ DEVO CONFIAR NA JUSTIÇA.

"Não se escravize às opiniões da leviandade ou da ignorância."
Não importa o que os outros pensam ou dizem de nós.
O que verdadeiramente importa é aquilo que realmente somos.
Tenha sua consciência tranquila, mesmo que seja condenado.
Não se esqueça de que Jesus foi condenado, e Herodes foi o vencedor momentâneo.
Mas responda: qual dos dois foi verdadeiramente o vencedor?
Fonte: Minutos de Sabedoria, C. Torres Pastorino

terça-feira, 23 de outubro de 2012

UM NOVO RUMO A SER SEGUIDO.


ELEIÇÕES 2014 E A "BANCADA DA BALA"

       
    Na última eleição para vereador e prefeito, muitos municípios conseguiram ter representantes eleitos, ligados à segurança pública. Em algumas cidades elegeram prefeitos, noutras o vice, e na grande maioria das cidades não foi eleito ninguém para representar os profissionais da segurança pública. Seja pela desunião, seja pelo excesso de candidatos, seja pela dispersão na hora de procurarem os partidos. Se saísse 40 candidatos militares ou ligados à a segurança pública, e estes conseguissem a utopia, o "milagre", de saírem candidatos pelo mesmo partido, o mais votado seria alguém ligado a nossa classe. O problema é a ingenuidade de alguns, a falta do mínimo conhecimento político de outros, e assim um vai pra direita, outro pra esquerda (e aqui não faço nenhuma ligação ideológica, apenas geográfica mesmo...).

         Outro fator que prejudica as eleição de colegas ligados à segurança pública é o grande número de policiais, bombeiros, agentes penitenciários e sócio-educativos e policiais civis que sequer transferem seus títulos, ficando impossibilitados de votar em nossos representantes.

      Passada as eleições, começa o "chororô", seja com reclamações que vão da escala estressante, a falta de efetivo, a cobrança por melhores salários, a falta de um plano habitacional voltado exclusivamente para a classe, a falta do pagamento da periculosidade, culminando nas tragédias, cada vez mais rotineiras de policiais sendo caçados seja no serviço, ou no horário de descanso.

          As leis não mudam sozinhas, a sociedade não tem piedade nem dela, quanto mais de nós...se não pensarmos em nossos familiares, votarmos em gente nossa, que sofre o dia-a-dia e conhece a "cruz" de ser policial ou profissional da segurança, essa piedade não virá do Estado, da imprensa, das ongs, das c-omissões de Direitos Humanos. O lema é POLÍCIA VOTA EM POLÍCIA! Regularize e transfira seu título, para que tenhamos o maior número de policiais eleitos em 2014, como deputados estaduais ou federais. Seja que nome for, bancada militar, bancada da bala, temos que estar representados para que o rolo compressor não seja ainda maior sobre quem trabalha e quem depende do trabalho desses profissionais da segurança pública. Pense nisso...   

       Marcelo Anastácio -  Blog No Q.A.P

3 comentários:

  1. Vamos eleger dois policiais aqui no rj para D.E. e um D.F

    ResponderExcluir
  2. esse blog e chapa branca,pois só publica o que quer,as opinioes dos colegas se não forem como eles pensam,são deletados será só porque elegeram um vereador já está com essa marra toda, por isso que não votarei em militar pm,bm,pc. nada.dois deputados assim?

    ResponderExcluir
  3. Anônimo, você é um cidadão brasileiro repleto de direitos e deveres. De fato estamos todos muito felizes porque por elegermos dois vereadores, um em Mangaratiba e outro na Capital. Quero parabenizá-lo pela coragem em dizer que não vota em PM, BM ou PC. Isso mostra que você está convicto de que isso não seria bom para o Brasil e os que estão no poder recebem sua aprovação. Normal, o importante é termos a liberdade de escolha, a liberdade plena de expressão e não sermos discriminadas por nossas convicções. Parabéns por expressar aqui sua opinião. Tenha a certeza que mesmo sem conhecê-lo nós o amamos como ser humano, pois para nós você é simplesmente uma vida. Forte abraço.

    ResponderExcluir