A FRASE DE UM GRANDE AMIGO:

VOCÊ CONFIA EM MIM? DIAS DEPOIS ME CONVENCI DE QUE SÓ DEVO CONFIAR NA JUSTIÇA.

"Não se escravize às opiniões da leviandade ou da ignorância."
Não importa o que os outros pensam ou dizem de nós.
O que verdadeiramente importa é aquilo que realmente somos.
Tenha sua consciência tranquila, mesmo que seja condenado.
Não se esqueça de que Jesus foi condenado, e Herodes foi o vencedor momentâneo.
Mas responda: qual dos dois foi verdadeiramente o vencedor?
Fonte: Minutos de Sabedoria, C. Torres Pastorino

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

FELIZ NATAL PARA TODOS QUE AINDA NÃO PERDERAM A HONRA E O CARÁTER.

          Desejamos a todos um feliz Natal. Que Deus possa através de seu filho Jesus trazer para a terra a sua justiça e o seu perdão àqueles que forem dignos.
          Caríssimos, a vida é bela e por mais que passemos dificuldades temos que aproveitar os bons momentos.
A paz esteja convosco.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

domingo, 24 de novembro de 2013

PEC 300, nesse governo é impossível. Aguardemos outro partido no governo.

Santa Catarina divulga proposta salarial para PM, SD 1ª CL 5.317,94


O governo do estado encaminhou à Aprasc no começo da tarde, a proposta salarial a ser aplicada a todos os segmentos da segurança pública (praças, oficiais, delegados, agentes da Polícia Civil e IGP), a qual divulgamos agora para conhecimento de todos.  “Seguimos a lógica de não divulgar nada que não tivesse o timbre do Centro Administrativo, conforme decidido em reunião de diretoria”, enfatiza o presidente da Aprasc, Elisando Lotin. No começo das negociações, explica ele, a lógica da diretoria era divulgar tudo o que estava acontecendo e, no entanto, por várias vezes, em função dos encaminhamentos das negociações que envolvem outros segmentos, estes eram modificados sistematicamente. “Neste contexto, tudo  que eu e o Sgt Fortuna divulgávamos, acabava por não condizer com a realidade do momento”, frisa Lotin.
O presidente da Aprasc salienta que, em todas as reuniões, a diretoria reiterou aos negociadores do governo a posição das duas assembleias gerais realizadas pela Associação, que deliberaram pela recusa do subsídio na medida em que este implicasse em perda de direito históricos. “O governo insistiu na aplicação do modelo discutido (subsídio), apresentando vários argumentos os quais não cabe citar aqui agora. Tendo isso como base, bem como o fato de que nossas assembleias decidiram por não perder direitos, procuramos minimizar, resolver e até ganhar direitos que não temos hoje, como por exemplo, a promoção automática para cabo e terceiro sargento, proposta que ainda está em discussão”, relata. Entre os direitos que a diretoria buscou manter, está o da remuneração uma graduação acima quando da nossa ida para a reserva. Outro direito, motivo de muito debate que ainda continua, frisa Lotin, é sobre a jornada de trabalho. “Nesta questão, ainda estamos trabalhando junto ao comando e a outras instituições militares (Acors e Abvo) no sentido de criar uma lei que mantenha a jornada de trabalho que temos atualmente”.
É importante salientar, continua Lotin, que no modelo do subsídio, tanto o triênio, quando a vintenária, o adicional de permanência e o adicional de pós-graduação, são automaticamente extintos quando da aplicação do subsídio e isso tem sido péssimamente recebido pela categoria.
Além disso, nas negociações que ainda prosseguem junto ao governo e às instituições militares, a Aprasc busca antecipar a incorporação do abono, que já está ocorrendo, de março para janeiro de 2014, e instituir a promoção automática dos 500 soldados mais antigos na Polícia Militar, bem como dos 80 soldados mais antigos no Bombeiro Militar. “Com a divulgação da tabela, a questão salarial (valores) fica evidente e visível para todos. No tocante a todas as outras questões citadas, ainda permanecemos em processo de negociação. Para se ter uma idéia, no decorrer desta semana, passamos boa parte do tempo em reuniões debatendo a questão da jornada de trabalho, que, tão logo esteja resolvida será informado a todos”, afirma Lotin. No tocante às outras reivindicações, estão sendo elaboradas minutas de projetos de lei que serão apresentadas à categoria e às autoridades assim que estiverem concluídas.
“Reiteramos o nosso compromisso, como sempre foi feito na Aprasc, de convocarmos assembleia tão logo esta burocracia esteja resolvida e temos cobrado, de forma veemente junto ao governo, que não protele nenhuma decisão e/ou encaminhamento, assim como que não envie nada para a ALESC, antes que possamos debater os projetos junto com os praças em assembleia geral, pois são estes (praças) é que decidirão se aceitam ou não. Notícias em blogs, jornais, tevê, enfim, em todos os meios de comunicação que versem o contrário disso, como por exemplo, que a Aprasc já aceitou esta ou aquela proposta, não passam de especulação, a qual tem a finalidade de criar expectativas, angústias e, inclusive a divisão da própria categoria.
Nós, diretores, somos REPRESENTANTES de cerca de 13 mil praças filiados à Aprasc. Jamais pensamos em decidir algo que não fosse levado à uma assembleia, que é a instância máxima de deliberação e orientação dos nossos atos e atitudes.
Pedimos paciência, prudência e confiança de todos neste momento que sabemos é angustiante, no entanto, vale frisar que, como todos verão na referida tabela, qualquer ganho que eventualmente venha a ocorrer, este só acontecerá em agosto de 2014 (exceto se conseguirmos antecipar o abono de março para janeiro).
Portanto, a pressa, neste momento, em minha avaliação, torna-se desnecessária e trabalha contra nós. Pois, repito, tudo o que vier, se vier, ocorrerá somente no ano que vem, o que nos dá, em minha avaliação, uma margem de tempo para negociar e negociar, e neste contexto buscar ampliar direitos.
Com relação às dúvidas que com certeza surgirão, buscaremos respondê-las na medida em que o tempo for permitindo e, inclusive, se for o caso, consultando os técnicos do governo.”
Sd Elisandro Lotin de Souza
Presidente da Aprasc
Via noqap.blogspot.com

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

sábado, 12 de outubro de 2013

VEREADOR MAJOR MÁRCIO GARCIA NA COMISSÃO DA ALERJ.

Qualquer leigo sabe que o direito contemporâneo não suporta qualquer regulamento que cerceie a liberdade do indivíduo mais do que o Código Penal.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

QUE FLAGRANTE! A PRÓPRIA PASSIVIDADE DO GAROTO DEPÕE A SEU FAVOR.

POR UMA CAUSA NOBRE CONFRATERNIZAÇÃO É ADIADA.

CONFRATERNIZAÇÃO É ADIADA EM APOIO AOS EDUCADORES !!!


 Em solidariedade a TUDO  que os PROFESSORES  Vem sofrendo nesta LUTA por DIGNIDADE PARA EDUCAÇÃO!!!
Nossa ABMERJ, que da apoio TOTAL e IRRESTRITO AOS PROFESSORES.
 EM ACORDO com nossos COMPANHEIROS de BARRA MANSA, RESOLVEMOS ADIAR  o evento do próximo dia 06 de outubroqueserá REALIZADO EM OUTRA DATA AINDA A SER DEFINIDA PELOS COMPANHEIROS.
APROVEITAMOS A OCASIÃO PARA CONVIDAR OS IRMÃOS PARA ESTAREM OMBREANDO CONOSCO NOS ATOS EM CONJUNTO  COM  EDUCADORES!!!!!!  PAIS !!!  ESTUDANTES !!! PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO !!!!! BOMBEIROS !!!! FAMILIARES !!!!   TODOS NO 1 MILHÃO DE PESSOAS PELA EDUCAÇÃO !!!!      
SOMOS BOMBEIROS GRAÇAS A DEUS E AOS NOSSOS PROFESSORES !!!!!!!! 
 JUNTOS SOMOS FORTES !!!!
ABMERJ NA LUTA POR DIGNIDADE !!!!

PROFESSORES MOSTRAM MUITA DISPOSIÇÃO. TODOS NO LIMITE.

domingo, 29 de setembro de 2013

NOSSOS MESTRES MERECEM TODO RESPEITO, NÃO ESSE TIPO DE TRATAMENTO.

Muitos brasileiros preferem futebol porque para estudar precisa de muita dedicação. O futuro do país não está nas mãos de políticos. O futuro do país está no trabalho dos professores. Esses homens e mulheres são dignos de todo respeito e apoio da sociedade.

domingo, 15 de setembro de 2013

PERSEGUIÇÃO POLICIAL EM PATY DO ALFERES ACABA EM MORTE E DESTRUIÇÃO.

Paty do Alferes
Ontem (14) a noite Mara Lúcia Feijó da Silveira morreu após uma perseguição da Polícia Militar. Segundo informações da PM a mulher estava em uma moto e tentou fugir de uma operação de fiscalização de documentos. Houve perseguição, a mulher caiu do veículo e morreu.
A população de Paty do Alferes se revoltou com a situação a causou uma onda de tumulto na cidade.
De acordo com um soldado da Polícia Militar de Paty do Alferes, três policiais ficaram feridos. A população chegou a derrubar um DPO (Destacamento de Policiamento Ostensivo) do bairro Arcozelo e ateou fogo em duas viaturas.
O corpo da motociclista foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Barra do Piraí.



Leia mais: http://diariodovale.uol.com.br/noticias/5,78726,Morte-de-motociclista-revolta-populacao-em-Paty-do-Alferes.html#ixzz2ezF0WSIg

"DINHO FAZ HOMENAGEM AO PARLAMENTO BRASILEIRO".

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

ADVOGADA DIZ QUE DARÁ VOZ DE PRISÃO A POLICIAL POR ABUSO DE AUTORIDADE.

UMA QUESTÃO DE PONTO DE VISTA.

Black Blocs e Anonymous são ameaça ao estado de direito

*Milton Corrêa da Costa é tenente coronel da reserva da PM do Rio de Janeiro

Dar apoio público aos Black Blocs , ainda mais quando se trata de uma grande celebridade, significa,
a meu ver, um passo no sentido da contramão de direção. A própria essência do grupo Black Bloc
não contempla a palavra paz e sim a violência e a desordem como formas de manifestação. São
radicais que se insurgem contra qualquer tipo de organização social, como a própria doutrina do
anarquismo.
A Polícia Civil prendeu, inclusive, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (04/09), acusados de
incitamento à violência, via Internet, cinco integrantes do grupo Black Bloc. Também foi
apreendido algum material próprio para o vandalismo.É necessário, urgentemente, cortar o
mal pela raiz. Arruaça e desordem têm limites. E o limite é a lei.
Estamos diante de uma quadrilha - a própria chefe da Polícia Civil assim os denominou- que
afronta gravemente a ordem pública, invadindo sites de Internet, incitando a violência, destruindo
 o patrimônio público e privado e ameaçando a incolumidade de cidadãos ordeiros. Parabéns à Polícia
 Civil pela eficaz ação investigativa.
O estado democrático de direito não contempla o radicalismo de grupos de vândalos e nem o
 anonimato pelo uso de máscaras ou rostos cobertos por panos. Os que apoiam os Black Blocs
obviamente que ficam isentos, inclusive nas proximidades de suas residências, da ação do
grupo radical. Resta saber se os cidadãos que passaram difíceis momentos com a depredação
 em locais próximos às suas residências e lojistas, que amargaram consideráveis prejuízos,
apoiam os Black Blocs, principalmente na Zona Sul do Rio, onde os atos de vandalismo e a afronta
 ao direito de ir e vir da maioria, têm sido mais constantes..
Aos inimigos da democracia, o rigor da lei. Que a eficaz e providencial ação da Polícia Civil do
Rio de Janeiro, na última quarta-feira, em nome da ordem pública e da paz social, sirva de exemplo
 para as demais polícias no Brasil e que a determinação legal de identificar os mascarados, durante
 os protestos deste 7 de setembro seja fielmente cumprida.

Nossa opinião: Concordamos em parte com a dissertação acima. Só não podemos deixar de opinar
no sentido de que os grupos radicais são frutos do meio em que eles vivem. De tudo que vem
 acontecendo os menos culpados são os Black Blocs e os Anonymous porque eles são a
consequência e não a causa. 
Não podemos esquecer que vários fatos graves que ocorrem no país terminam sem apuração
e punição. São tantos os casos que seria impossível enumerá-los, mas tudo se resume em corrupção.
Os grupos radicais seriam facilmente eliminados, basta fazer o que a lei determina no que
se refere à prestação de serviço ao cidadão. Assim não haveria motivação para se insurgirem.
Provavelmente causa de tudo está no congresso que não vota leis que punam de forma severa
os corruptos. A sociedade só não está em peso na rua por medo de tiro, porrada e bomba.
Alguém duvida? Desta forma deixemos lutar os que tem coragem e não ficam deitados em berço
 esplêndido. 

Concluo dizendo que não podemos combater a consequência porque morrem inocentes, 
mas sim a causa, e a causa é a corrupção que de tanto acontecer vai se tornando num 
banditismo aceitável por quem quer mais.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Juntos Somos Fortes - Flowzen, Michael Puga e Fábio FG

O PARLAMENTO NÃO ESTÁ NEM PERTO DE RESGATAR SUA IMAGEM.

Deputados dizem que voto aberto vai resgatar a imagem do Parlamento

Diversos deputados afirmaram que a aprovação da PEC do Voto Aberto (349/01) vai resgatar a imagem da Câmara após a manutenção, na semana passada, do mandato do deputado Natan Donadon (PMDB-RO). "Hoje o País não aguenta mais qualquer voto secreto", disse o líder do PT, deputado José Guimarães (CE).
Gustavo Lima / Câmara dos Deputados
Discussão em 2º Turno da PEC 349/2001, que altera a redação dos arts. 52, 53, 55 e 66 da Constituição Federal para abolir o voto secreto nas decisões da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Dep. Rubens Bueno (PPS-PR)
Rubens Bueno: "a Câmara sairá do constrangimento causado pela não cassação de Donadon".
Para o líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), a Câmara sairá do constrangimento causado pela não cassação de Donadon, que cumpre pena de 13 anos na penitenciária da Papuda, em Brasília. "A não cassação criou vergonha. Temos de saber como sair disso para melhor, com respeito à instituição", disse Bueno.
O líder do DEM, deputado Ronaldo Caiado (GO), disse que não caberia à Câmara outra decisão senão aprovar a PEC do Voto Aberto. "Não cabe outra votação senão a aprovação dessa PEC para resgatar a credibilidade desta Casa junto à sociedade. É necessário firmar posição", disse Caiado.
Transparência
Rubens Bueno ressaltou que a PEC 349/01 acaba com o voto aberto não apenas no Congresso, mas nas assembleias legislativas e câmaras municipais. "É o voto ético, o voto transparente", declarou.
O líder do PP, deputado Arthur Lira (AL), também defendeu o voto aberto em todas as votações da Câmara e do Senado e também das assembleias legislativas e câmaras municipais, como propõe a PEC 349/01. "Se for para tratar de transparência, vamos tratar na sua plenitude, não apenas quando se tratar de um ou outro parlamentar", disse Lira.
Ele criticou a PEC 196/12, também em tramitação na Câmara, que abre o voto apenas no caso de cassação de parlamentares.
Já o líder do PSD, deputado Eduardo Sciarra (PR), defendeu a PEC 196 e lembrou que ela poderia ter uma aprovação mais rápida porque já passou pelo Senado.
Gustavo Lima / Câmara dos Deputados
Discussão em 2º Turno da PEC 349/2001, que altera a redação dos arts. 52, 53, 55 e 66 da Constituição Federal para abolir o voto secreto nas decisões da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Dep. Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Caiado: aprovação da PEC resgata a credibilidade da Casa junto à sociedade.
Liminar do STF
Ronaldo Caiado comentou a liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luis Roberto Barroso, que, na tarde de segunda-feira, suspendeu os efeitos da sessão que manteve o mandato de Donadon.
Segundo Caiado, ao colocar a cassação de Donadon em votação em Plenário, a Câmara apenas seguiu a decisão que o próprio STF tomou no julgamento do senador Ivo Cassol (PP-RO), ou seja, de que a cassação de parlamentar caberia a cada Casa.
"Àquela época, quando colocam que o presidente da Câmara deveria ter assumido posição e declarado a perda de mandato pela Mesa, iriam criticá-lo, dizendo que o STF teria decidido que caberia ao Plenário", disse o líder do DEM.
Ao dar a liminar, Barroso disse que, no caso de Donadon, a perda do mandato deveria ter sido declarada pela Mesa Diretora, sem votação, porque ele cumpre pena de 13 anos de prisão, superior ao tempo de mandato.
Fonte: Agência Câmara de Notícias.
Nossa opinião: O parlamento brasileiro só irá resgatar de fato a sua imagem quando o cidadão brasileiro se conscientizar que deve selecionar melhor os seus representantes. Quem não tem caráter não tem e pronto. Nasceu torto e vai morrer torto. Cabe ao eleitor riscar das suas opções de voto todos aqueles que tiverem suas denúncias efetuadas pelo Ministério Público e aceitas pelo Judiciário. No Parlamento ninguém tem o direito de errar.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

O CASO DO SARGENTO VINICIUS.

Como está o Sargento Vinicius?


Voltando ao assunto do sargento do Exército Brasileiro, Vinícius Feliciano Machado, que de rapel protestou na Ponte Rio Niterói, sua situação não é nada boa perante sua Corporação. É certo que sua atitude agradou a todos nós, militares e civis, que amamos nossas Corporações Militares, mas, desagradou os comandantes por sua tamanha ousadia ao reivindicar melhorias para a classe militar.
A Associação Nacional dos Militares do Brasil, na pessoa de seu Presidente Marcelo Machado, procurou o Sargento quando ainda se encontrava preso e se colocou à sua disposição no que precisasse, principalmente juridicamente, já que sabemos o que virá pela frente. IPM e Conselho de Disciplina e, certamente o excluirão da Corporação Exercito brasileiro.

O Sargento demonstrou tranquilidade, inclusive dizendo que advogados já preparavam sua defesa, o que não aconteceu. Os advogados não demonstraram conhecimento na área do Direito Administrativo Disciplinar, atuando na área Civil e não tendo ainda documento hábil para que representasse o acusado.
A ANMB, através de seu presidente Marcelo Machado, apressou-se em contatar advogado competente no assunto e que aceitasse ser o Patrono do Sargento Vinicius, ficando os honorários profissionais rateados entre a ANMB, associados e amigos.

Quanto a atuação da Polícia Rodoviária Federal, na pessoa de seus agentes, fica a decepção pelo tratamento dispensados ao Militar em questão. O Sargento Vinicius foi preso e algemado mesmo não esboçando nenhuma reação à prisão, sendo assim conduzido a delegacia Policial.
O uso de algemas já foi bastante debatido e foi motivo de Súmula do STF.

Súmula Vinculante II
SÓ É LÍCITO O USO DE ALGEMAS EM CASOS DE RESISTÊNCIA E DE FUNDADO RECEIO DE FUGA OU DE PERIGO À INTEGRIDADE FÍSICA PRÓPRIA OU ALHEIA, POR PARTE DO PRESO OU DE TERCEIROS, JUSTIFICADA A EXCEPCIONALIDADE POR ESCRITO, SOB PENA DE RESPONSABILIDADE DISCIPLINAR, CIVIL E PENAL DO AGENTE OU DA AUTORIDADE E DE NULIDADE DA PRISÃO OU DO ATO PROCESSUAL A QUE SE REFERE, SEM PREJUÍZO DA RESPONSABILIDADE CIVIL DO ESTADO.

Precedentes Representativos
"Em primeiro lugar, levem em conta o princípio da não-culpabilidade. É certo que foi submetida ao veredicto dos jurados pessoa acusada da prática de crime doloso contra a vida, mas que merecia tratamento devido aos humanos, aos que vivem em um Estado Democrático de Direito. (...)
Ora, estes preceitos - a configurarem garantias dos brasileiros e dos estrangeiros residentes no país - repousam no inafastável tratamento humanitário do cidadão, na necessidade de lhe ser preservada a dignidade. Manter o acusado em audiência, com algema, sem que demonstrada, ante práticas anteriores, a periculosidade, significa colocar a defesa, antecipadamente, em patamar inferior, não bastasse a situação de todo degradante. O julgamento do Júri é procedido por pessoas leigas, que tiram as mais variadas ilações do quadro verificado. A permanência do réu algemado, indica, à primeira visão, cuidar-se de criminoso da mais alta periculosidade, desequilibrando o julgamento a ocorrer, ficando os jurados sugestionados."
HC 91.952 (DJe 19.12.2008) - Relator Ministro Marco Aurélio - Tribunal Pleno.


"EMENTA: (...) 1. O uso legítimo de algemas não é arbitrário, sendo de natureza excepcional, a ser adotado nos casos e com as finalidades de impedir, prevenir ou dificultar a fuga ou reação indevida do preso, desde que haja fundada suspeita ou justificado receio de que tanto venha a ocorrer, e para evitar agressão do preso contra os próprios policiais, contra terceiros ou contra si mesmo."
HC 89.429 (DJ 2.2.2007) - Relatora Ministra Cármen Lúcia - Primeira Turma.

Ora, respeitamos muito nossa Polícia Rodoviária federal, mas, com a assessoria profissional competente, esta não poderá fugir à sua responsabilidade penal e civil pelo Abuso de Autoridade cometido contra a pessoa do Sargento Vinicius e a Corporação a que serve.


Não fazemos mal a ninguém, mas se formos injustiçados, ninguém ali tem vocação para santidade. Na maioria das vezes, se nos batem, damos a outra face. Mas quando vemos uma injustiça, vamos até o fim. Faz parte do ensinamento brigar com unhas e dentes pelo que acreditamos”.
Sim, os agentes da PRF foram injustos quando algemaram o Sargento Vinicius, parecendo que usaram a situação para se promoverem de um mérito que não possuem, prender um perigoso meliante. O Sargento é um cidadão que em nenhum momento ofereceu risco a integridade de ninguém e, quando preso reconheceu que responderia por seu ato. Muito nos entristeceu vê-lo algemado sem necessidade, sendo certo que a PRF e seus agentes responderão pelo excesso praticado na Justiça, repito na Justiça.
Fonte:rvchudo.blogspot.com.br

ABMERJ ESTÁ BOMBANDO.

Sejam bem vindos novos associados

A ABMERJ agradece aos representantes de Angra dos Reis e Barra Mansa, pelos novos 100 associados que agora fazem parte da nossa Associação.

Obrigado a todos os novos associados que depositaram a confiança antes mesmo de começarem a usufruir os grandes benefícios que estão por vir.  Vale lembrar que após o primeiro pagamento da mensalidade os Senhores passarão a contar com a cobertura do convênio da assessoria jurídica.

Estejam a vontade para nos visitar na Rua da Lapa nº 120 Cobertura 4.39

JUNTOS SOMOS FORTES!!!


APARECE MAIS UM LÍDER MILITAR BRASILEIRO.

NEM TENTE ENTENDER. NETO ESTÁ DE VOLTA.

Diário do Vale: Neto volta à prefeitura de Volta Redonda

terça-feira, 27 de agosto de 2013

BOMBEIROS EXCLUÍDOS RETORNAM À CASERNA.

Depois de muitos terem perdido a fé, aí estão eles de volta, ainda mais fortes:

VALDELEI DUARTE;
DANIEL   ALVES   DOS   SANTOS;
ADRIANO   LOUREIRO   DE   FREITAS;
BENEVENUTO   DACIOLO   FONSECA;
ANDREI CARLOS AZEVEDO DOS SANTOS;
ANDRÉ MANOEL PONTES DE MATOS;
HERALDO CORREIA  VIEIRA;
ADHEMAR   DE   QUEIROZ   BALTHAR;
PAULO   ROBERTO   NORONHA   DOS SANTOS JUNIOR;
WALLACE  RODRIGUES CHAVES;
HARRUA  LEAL AYRES.

Vem aí:

MATIAS;
NASCIMENTO;
e SALVADOR. 

TRE CASSA O MANDATO DO PREFEITO NETO (PMDB) DE VOLTA REDONDA - RJ

Diário do Vale: Recurso apresentado por Neto está no TSE

sábado, 24 de agosto de 2013

PROFESSOR DENUNCIA O DESCASO COM AS ESCOLAS EM BARRA MANSA-RJ.

Cabral é investigado pelos MPs Federal, Estadual e Alerj

Além do pedido de impeachment, Freixo solicita análise de crime de improbidade administrativa

Deputado Estadual Marcelo Freixo
O deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) entrou com denúncias contra o governador Sérgio Cabral nos Ministérios Públicos Estadual e Federal, além do pedido de impeachment protocolado na Assembleia Legislativa (ALERJ) na última terça-feira (20/08), todos baseados na mesma questão: o favorecimento do escritório da mulher de Cabral, Adriana Ancelmo. O Ministério Público Federal deve investigar se o governador cometeu crime ao usar o cargo, e o Ministério Público Estadual tem que analisar a incidência de improbidade administrativa. 

Freixo ressalta as acusações de favorecimento do escritório de advocacia da primeira-dama, publicadas pela revista Veja no último final de semana. Antes de Sérgio Cabral assumir o cargo, as empresas ligadas ao governo do estado do Rio de Janeiro respondiam por 2% da receita do Coelho&Ancelmo Advogados. A partir de 2007, no início do primeiro mandato de Cabral, a participação dessas empresas na receita pulou para 60%.
  
Sergio Cabral & Adriana Ancelmo

"São três pedidos, mas a denúncia é a mesma. Houve um crescimento enorme de empresas que tinham alguma relação com o governo sendo atendidas pelo escritório da primeira-dama, as que têm concessão, caso do Metrô e da Supervia, e empresas com relações comerciais, que ganharam dispensa de licitação do governo do estado. Por que essas empresas todas escolheram o escritório durante o governo de Sérgio Cabral e não antes? É evidente que isso tem que ser investigado. Se o Ministério Público Federal, Estadual e a Assembleia Legislativa não acatarem as denúncias, terão que justificar sua decisão. Essas denúncias são muito graves", declarou Marcelo Freixo.
  

Como a família é uma unidade econômica, ele ressalta, se houve favorecimento do escritório de Adriana, este favorecimento atinge também o governador. O andamento dos processos, agora, são de responsabilidade de cada órgão. "Fiz a denúncia, mas a responsabilidade agora é deles (Ministério Público e mesa administrativa da Assembleia). A gente pede que os órgãos façam as investigações que cabem a eles". 

sábado, 10 de agosto de 2013

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Em um mês, mais de 400 associados!

Atenção Bombeiro!

A nossa associação, ABMERJ, em apenas um mês de fundação já conta com mais de 400 associados. A Associação de Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro esteve presente na articulação e conquista da nossa ANISTIA no Congresso em Brasília e na ALERJ! Mais uma vitória! É com alegria e satisfação que damos prosseguimento a nossa luta por dignidade, que não acaba por aqui, temos muito para conquistar!

Felizes pelo retorno dos nossos companheiros continuamos firmes, dispostos a lutar pelo que sempre nos uniu. Uma corporação melhor, um regulamento compatível com a Constituição Federal de 1988 e um salário digno. Com o coração cheio de esperança de dias melhores, convidamos vocês e seus amigos a se associarem.

ASSOCIE-SE JÁ! Vamos JUNTOS, organizados e FORTES lutar por nossos direitos!

Associem-se Bombeiros, Policiais, familiares, amigos, excluídos. Mensalidade R$ 33,90 -
Benefício Maior: continuidade da Luta pela Dignidade.
Benefícios adicionais: Assessoria Jurídica para o associado e familiar, ao completarmos 1.000 associados fecharemos os convênios com plano de saúde, clube recreativo e muito mais em breve.

O HOMEM QUE ESCREVE UMA NOVA HISTÓRIA NO MILITARISMO BRASILEIRO.

Não deixaremos de sonhar!

terça-feira, 6 de agosto de 2013

DEUS CUMPRIU COM MAIS UMA DE SUAS PROMESSAS.



Deputada Clarissa e o vereador Marcio Garcia comemorando junto com os bombeiros

Deputado Luiz Paulo e o vereador Marcio Garcia comemorando com os bombeiros 

Deputados Altineu Côrtes, Geraldo Pudim e o vereador Marcio Garcia comemorando com os bombeiros

Deputado Marcelo Freixo comemorando com os bombeiros

EM BREVE MAIS NOTÍCIAS, ACOMPANHEM E NÃO SE ESQUEÇAM QUE:
JUNTOS SOMOS FORTES!!!
Fonte: sosbombeirosrj.com

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

O MÉRITO É DE TODOS.

Livres: Dilma sanciona lei que anistia policiais militares e bombeiros grevistas

Depois de um árduo trabalho da presidente da ANASPRA (Associação Nacional de Praças) P.Queiroz que ficava cobrando uma posição do gabinete da Presidência da republica, a lei foi sancionada e será publicada nessa segunda-feira (05/08), a lei n°12.848/13 que anistia os policiais Militares dos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe, Tocantins e Distrito Federal que participaram de movimentos reivindicatórios durante o período de 1997 até a data em que a lei foi sancionada, a mesma será publicada na tarde de hoje no Diário Oficial da União extra.

                 

A luta por essa anistia se iniciou em 2011 com a apresentação da PL n° 2791/11 do deputado Weverton Rocha, alguns projetos foram apensados a ele, o mesmo foi aprovado na Comissão de Segurança Pública e combate ao crime organizado em 2012, mas somente no dia 09 de Julho que o mesmo foi para plenária e foi aprovado indo para o senado.

No Senado virou a PLC n° 51/2013 do senador Romero Jucá, também sendo aprovado em plenária na madrugada do dia 11/07 é enviada a Presidência da Republica através de Mensagem do Senado de n°132/13, vale salientar o trabalho feito pela ANASPRA  que junto com o Deputado Federal Mendonça Prado (DEM-SE) e outros representantes de policiais e Bombeiros conseguiram a aprovação nessa fase.

O Presidente da ASPRAMECE e ANASPRA P.Queiroz parabeniza a Presidente Dilma por ter sancionado a lei e agradece a todos os parlamentares que ajudaram nesse processo e parabeniza a todos os companheiros que de forma direta e indiretamente, deram suas contribuições para a aprovação do projeto de anistia. Parabenizando também, principalmente aqueles que tiveram a coragem de lutar pela busca da dignidade humana para se e de seus pares, razão maior da anistia.

Aspramece

ÓTIMA NOTÍCIA. A FESTA VAI COMEÇAR.

Sancionada anistia criminal dos bombeiros e policiais militares

A PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF SANCIONA LEI QUE ANISTIA OS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES, INCLUSIVE DE SERGIPE


Agora é Lei. Policiais e bombeiros Militares acusados de motim, durante os movimentos realizados por melhores salários, não poderão ser presos.
A Presidente da República Dilma Rousseff sancionou neste domingo (04), a Lei nº 12.848/13, que anistia policiais e bombeiros militares dos Estados de Sergipe, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Tocantins e Distrito Federal, acusados de motim, após participaram de movimentos reivindicatórios durante o período de 1997 até a data em que a lei foi sancionada, a qual será publicada na tarde de hoje no Diário Oficial da União extra.

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

domingo, 28 de julho de 2013

AQUINO E O PAPA FRANCISCO.

Aquino do Papa entrega contracheque ao Papa Francisco


Queridos amigos, esse policial da foto é o 3º Sargento PM Aquino do 25º BPM de Cabo Frio.

Aquino do Papa como é conhecido, ganhou esse apelido durante uma das visitas do Papa João Paulo II ao Brasil, onde o mesmo conseguiu furar o bloqueio dos seguranças e entregar o seu contracheque ao Papa João Paulo II.

Aquino sempre lutou por melhores salários e melhores condições de trabalho na Polícia Militar, tendo até ter sido preso em Bangu I pela polícia secreta de Sérgio Cabral durante o movimento reivindicatório de 10 de Fevereiro de 2012.

E agora mais uma vez, Aquino consegue chegar até o Papa Francisco junto com o seu filho Cauã e entrega ao Papa o seu contracheque e uma carta onde relata a forma que os policiais militares são tratados no Brasil, e pede também que o Papa abençoe a PEC 300, que é a PEC que trata da isonomia salarial dos policiais e bombeiros de TODO O BRASIL.

Peço a todos os amigos que me ajudem a divulgar.


FONTE: Cris Monsores

segunda-feira, 22 de julho de 2013

O MAIOR MOVIMENTO DO BRASIL CHEGA À NATAL - RN.

Homenagem dos Excluídos com 12 anos de Caserna ao SOS BOMBEIROS

MISSÃO CUMPRIDA 10 KM NA 19ª CORRIDA DO SOLDADO DO FOGO EM NATAL (RN) O MAIS IMPORTANTE LEVANDO A FAIXA SOS BOMBEIRO RJ ANISTIA AOS 14 HERÓIS PEC 300 JÁ


Fonte: sosbombeiros.com

quarta-feira, 17 de julho de 2013

ABMERJ PRESENTE EM BRASÍLIA EM BUSCA DA PEC 300.

ABMERJ em Brasília

          Na última terça-feira em Brasília, representantes da ABMERJ se reuniram com parlamentares e representantes de Bombeiros e Policiais de outros estados do Brasil para tratar de questões relativas a luta em prol da PEC300! Está prevista a ida de caravanas com Bombeiros e Policiais de todos os estados nos dias 20 e 21 de agosto.
          A Associação de Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro, presente nos processos de luta em prol da Anistia criminal no Congresso, conquistada com êxito na semana passada, se faz presente também na luta pela nossa tão sonhada PEC300, que trará Dignidade a todos Bombeiros e Policiais e beneficiará toda a sociedade! 
Vamos caminhar juntos...
porque juntos, SOMOS FORTES!
Fonte: www.abmerj.com

segunda-feira, 24 de junho de 2013

sexta-feira, 21 de junho de 2013

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Manifestação contra o aumento das passagens - Centro do RJ

ESSE HOMEM JAMAIS SERÁ ESQUECIDO.

Ex-comandante da PM é suspeito de ligação com morte de juíza

JORNAL O DIA 
 Secretário de Ordem Pública de Niterói, coronel Marcus Jardim, e o secretário de Políticas de Segurança de Duque de Caxias, Mário Sérgio Duarte
Ex-comandante da PM, o secretário de Políticas de Segurança de Duque de Caxias, Mário Sérgio Duarte, e cinco oficiais serão investigados por suspeita de envolvimento no assassinato da juíza Patrícia Acioli — morta com 21 tiros, em Niterói, em agosto de 2011. A determinação de abertura de Inquérito Policial Militar (IPM) foi feita pelo Ministério Público, que atua junto à Auditoria de Justiça Militar. Mário Sérgio pediu exoneração do cargo após o crime contra a magistrada.

No documento enviado à Corregedoria da PM, há ainda o pedido de investigação sobre a ligação do secretário de Ordem Pública de Niterói, coronel Marcus Jardim, com o jogo do bicho, aliado a outros sete oficiais que atuaram no 7ª BPM (São Gonçalo) — entre eles o tenente-coronel Claudio Luiz de Oliveira, ex-comandante da unidade, e o tenente Daniel Benitez — presos em unidades federais de Roraima e Mato Grosso do Sul, respectivamente, acusados da morte. 

CARTA ANÔNIMA
Uma carta anônima, encaminhada ao Ministério Público em agosto de 2012, é a base da abertura do IPM. Nela, é citado que Mário Sérgio, que nomeou Claudio para o 7º BPM, teria dívida com o oficial e relembra que o então comandante geral retirou a escolta da magistrada. À época, foi publicado no boletim interno da corporação que só Mário Sérgio poderia transferir novamente os três policiais. “A juíza não tinha escolta. Eles estavam ferindo o convênio com o Tribunal de Justiça, que era de fazer a segurança do Fórum de São Gonçalo”, afirmou Mário Sérgio.

O coronel argumenta que a magistrada não reclamou sobre a transferência dos militares.
Segundo o ex-comandante da PM, é a segunda vez que o Ministério Público pede investigação sobre ele com relação ao caso Patrícia. “Há um ano, dei todas as explicações em sindicância, arquivada. O material foi para a 3ª Vara Criminal de Niterói, onde tramita o processo sobre a morte”, alegou Mário Sérgio. Ele é testemunha de defesa do coronel Claudio. Na Justiça, 11 PMs respondem pelo crime, com cinco condenados. 

Jardim nega ter recebido dinheiro
De acordo com denúncia feita na carta anônima, os policiais do 7º BPM (São Gonçalo) receberiam até R$ 80 mil do jogo do bicho. Parte do dinheiro iria para o então comandante do 1º Comando de Policiamento de Área, coronel Marcus Jardim. “Nunca recebi dinheiro do bicho”, reagiu.
Jardim lembrou que ele foi excluído de investigação feita por Patrícia Acioli sobre o envolvimento de PMs com a contravenção . “Ela disse, na minha casa, que eu e dois coronéis éramos os únicos que não tinham ligação com o bicho. Essa denúncia é mentira”, protestou. Na Justiça, Jardim é testemunha de defesa do tenente-coronel Claudio.

Extorsões e orgias
Os cinco oficiais que serão investigados pela morte da juíza eram da equipe do tenente-coronel Claudio de Oliveira. O grupo é suspeito de envolvimento com o jogo do bicho. Segundo a denúncia, eles seriam suspeitos de extorquir dinheiro de comerciantes e de participar de orgias em casas noturnas de São Gonçalo.

Um deles é o major Rodrigo Bezerra, que chefiou o Serviço Reservado do 7º BPM e era braço direito de Claudio. Bezerra teve a prisão decreta por Patrícia Acioli, que era titular da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, em janeiro de 2011. Ele e outros quatro policiais foram presos acusados de matar George Silvestre, 17 anos.

Bezerra é testemunha de defesa de Claudio. As investigações sobre o assassinato revelaram que a juíza foi morta por combater autos de resistência — mortes em supostos confrontos com a PM — que eram forjados pelos PMs do 7º BPM.

domingo, 16 de junho de 2013

CHAMADA OFICIAL DOS MANIFESTANTES #oGIGANTEacordou BRASIL

MANIFESTANTES DENUNCIAM VIOLÊNCIA POLICIAL.

REPRESSÃO NO MARACANÃ.

DEPOIS DO GASTO DE BILHÕES E BILHÕES,VOCÊ DECIDE QUEM GANHOU.

Quem Ganhou mesmo? Em competência certamente foi o Japão.

Ontem assistimos a "vitória" do Brasil sobre o Japão. Mas foi no futebol, na disputa da Copa das confederações no Estádio Mané Garrincha em Brasília. Sim, só no futebol e por enquanto o Brasil consegue alguma vitória sobre aquele país que se reconstrói em tempo recorde após cada tragédia.


Em breve, com o futebol apresentado pelo Brasil e com a persistência do Japão em se aprimorar, seremos também perdedores em mais este quesito, pois incompetência passou a ser nosso maior troféu.

Há dois anos enchentes destruíram a Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro, onde denuncias e comprovações de desvios de verbas foram as campeãs em ações naquele evento. Até hoje a região não se recuperou dos estrago estando grande parte da população ainda desassistida.

Nova Friburgo recebeu R$ 10 milhões de verbas federais, mas desvio de dinheiro público paralisou obras emergenciais. Em toda a Região Serrana foram destinados R$ 540 milhões, mas a verba foi bloqueada após denúncias de corrupção.

Para os moradores ficou a incerteza e o medo de uma nova catástrofe. “A prefeitura não faz nada. Estão esperando acontecer outra tragédia”, critica a aposentada Iraci Mariano, 62 anos.



O Brasil está altamente envolvido em acordos políticos e afundado na corrupção, que não permite atenção aos que realmente necessitam de ajuda. A fome ainda se faz presente.

Dois anos depois das chuvas que devastaram a Região Serrana do Rio de Janeiro, os governos federal e estadual ainda não entregaram nenhuma das 5.304 casas prometidas na época aos desabrigados. 
O ESTADÃO

"A comida escassa devido à seca está fazendo piauienses caçarem roedores para complementarem a alimentação. No distrito de Brejinho, no município de Assunção do Piauí (273 km de Teresina), todos os dias no fim da tarde é comum ver moradores saindo para as áreas de grutas para colocarem armadilhas para pegar o "rato-rabudo"."




A TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO É AINDA UMA INCÓGNITA
Tristes imagens do sonho de um projeto abortado (?) e um crime contra o patrimônio nacional
O custo? Impossível dizer ao certo, metade do valor estaria nos cofres e contas bancárias de gente ainda não inteiramente conhecida, uma corja. O meio ambiente, ao redor, cheio de perdas e destruído, tudo está parado e abandonado.
 
 
 
No Japão, um ano depois de tragédias como tsunami e terremoto, o País se reconstruiu trazendo para seu povoa tranquilidade e confiança em seu governo.







 
Os jogos que o Brasil sedia servirão e servirão única e exclusivamente para que um seleto grupo se beneficie e se locuplete do erário público.
 


Mas não desanimemos o povo acorda e começa a se rebelar, a bola de neve começou a rolar junto a bola dos jogos da Copa das Confederações, no primeiro jogo Dilma foi efusivamente vaiada.



 
Então, quem venceu mesmo? Deu Japão em competência, honestidade e compromisso com o povo.
Fonte: rchudo.blogspot.com.br